Carregando...

SOBRE O EUCALIPTO TRATADO

SOBRE O EUCALIPTO TRATADO
O eucalipto foi introduzido no Brasil em 1904, com o objetivo de suprir as necessidades de lenha, postes e dormentes das estradas de ferro. Na década de 50 passou a ser produzido como matéria prima para o abastecimento de siderúrgicas, fábricas de papel e celulose. 

Atualmente, em decorrência do desenvolvimento da consciência ecológica em favor da proteção racional às florestas nativas do país, o mercado tem crescido consideravelmente, conquistado novos espaços e desmistificado questões sobre a durabilidade, qualidade e segurança em sua utilização. 

Empresas têm se especializado no segmento de madeira tratada, aliando a preservação ambiental ao consumo qualificado. A empresa investe em tecnologia , obedecendo aos mais rígidos padrões de controle e qualidade de seus fornecedores. 

O tratamento de madeira reflorestada de eucalipto consiste em um processo industrial de tratamento por célula cheia a vácuo em pressão em autoclave. O tratamento assegura à madeira a proteção contra o ataque de fungos e insetos, por longo tempo. 

O setor da construção civil também tem aderido ao consumo de madeira tratada. “A madeira de eucalipto na construção civil tem um custo bem menor que a madeira de florestas nativas. Se o m³ de Paraju tem um custo de R$ 2.000,00, com a utilização do eucalipto esse custo cai para R$ 850,00 o m³”.

O uso do eucalipto tratado também significa economia na construção de cercas, chegando a uma diferença de 50% nos custos. A variação no tempo de vida útil entre a nativa e a tratada chega a média de 15 anos, e o que contribui para isto são fatores como a alta resistência à ação das chuvas e a inibição à corrosividade dos metais em contato com a madeira.

Madeira utilizada para diversos fins:

• Paisagismo
• Decks e Assoalhos
• Pilares, Vigas, Caibros e Ripas
• Galpões de Eucalipto Tratado
• Brinquedos e Playgrounds
• Porteiras e Cancelas
• Estacas e Mourões
​• Etc.
 
Vantagens do Eucalipto Tratado:
Madeira limpa e seca, livre de odores e de óleo;
Inerte, ou seja, não afeta os outros componentes utilizados em suas aplicações;
O processo industrial limpo, não gera efluente e não causa dano ambiental, pois todo o produto químico utilizado é reciclado;
Oferta de madeira tratada com qualidade, durabilidade e resistência similares as madeiras nobres;
Excelente relação custo x benefício;
A madeira utilizada no processo é proveniente de florestas plantadas (pinus e eucalipto), evitando a derrubada predatória;
Material renovável;
Permite qualquer tipo de acabamento, proporcionando beleza e conforto.

A madeira tratada fica com sua superfície livre de resíduos com alta resistência à lixiviação, atóxica, inodora, podendo ser utilizada ao natural ou com qualquer tipo de acabamento posterior como cêras, vernizes, pinturas, sempre mantendo toda sua nobreza, versatilidade, economia e beleza.